Como impedir que máscaras descartadas poluam o planeta

O equipamento de proteção individual é feito de plástico não reciclável. Atualmente, as máscaras são encontradas em todos os cantos da Terra, inclusive nos oceanos. A solução não é complicada: jogá-las fora. Você sai para fazer sua caminhada diária e avista uma máscara jogada no chão. Poucas pessoas querem tocar em algo que protegeu a respiração possivelmente carregada de vírus de alguém. Então ela fica no chão até ser levada pelo vento — e esse problema simples está mudando rapidamente a paisagem em todo o mundo, desde estacionamentos de supermercados…

Leia mais.

A Pandemia do plástico

COVID-19 destruiu o sonho da reciclagem COVID-19 atingiu a reciclagem de plástico, da mesma forma que grandes empresas de petróleo estão investindo centenas de bilhões de dólares para fazer novo plástico. Esses investimentos excedem enormemente os gastos da indústria para lidar com o lixo plástico. A   pandemia do coronavírus desencadeou uma corrida pelo plástico. De Wuhan a Nova York, a demanda por protetores faciais, luvas, embalagens de comida para viagem e plástico bolha para compras online aumentou. Como a maior parte disso não pode ser reciclada, o lixo também…

Leia mais.

Essenciais para o planeta, manguezais no Nordeste são ‘sufocados’ por petróleo

O petróleo que há quase dois meses atinge a costa brasileira no maior acidente ambiental do país em extensão e duração chegou aos manguezais —e isso é grave. Primeiro, porque os manguezais são “ecossistemas essenciais” para o planeta, como são unânimes em descrever os especialistas. Segundo, porque é praticamente impossível retirar o petróleo dessas regiões. O óleo chegou a manguezais em pelo menos três Estados. Em Pernambuco, atingiu pelo menos sete rios. Também chegou a áreas de mangue em estuários de Sergipe e da Bahia. Manguezais são ecossistemas costeiros, de…

Leia mais.

Plasticus maritimus. Como explicar o problema do plástico às crianças

Tem direito a nome científico (inventado pela bióloga Ana Pêgo) e deu um livro da Planeta Tangerina. O problema do plástico nos oceanos está agora acessível a uma criança. Vamos formar ativistas? É uma espécie exótica e invasora que se encontra em todos os mares e zonas costeiras do mundo. Pode apresentar-se sob uma grande variedade de formas e em todas as cores, incluindo a transparente ou mesmo “invisível”. Em geral, desloca-se fácil e rapidamente, em função dos ventos e correntes. Tem grande facilidade de se adaptar a todos os…

Leia mais.

Como a poluição por plástico ameaça a vida na Terra

A vida marinha corre o risco de sofrer danos irreparáveis em decorrência de milhões de toneladas de resíduos de plástico que vão parar no mar todos os anos. Por que o plástico é problemático? O plástico da forma que conhecemos existe há cerca de 70 anos. E, desde então, o uso desse material tem transformado muitas áreas – da confecção de roupas à culinária, passando pela engenharia, design e até o comércio varejista. Uma das grandes vantagens de muitos tipos de plástico é o fato de que são projetados para…

Leia mais.

Os metais valiosos contidos em seu smartphone e por que ele pode se tornar um problema ambiental

Um iPhone incrustado com diamantes pode custar milhões de dólares. Mas se isso está bem além de seu poder aquisitivo, não fique aborrecido. Afinal, todo smartphone contém metais preciosos – entre eles ouro, prata e platina. E isso é mais do que um detalhe interessante sobre um aparelho que nunca deixamos de lado: metais preciosos estão mais em alta do que nunca diante do prospecto de que um dia eles ficarão caros demais para serem extraídos. Ou seja, seu smartphone está ganhando um valor inesperado. O que exatamente há neles?…

Leia mais.

A população de animais selvagens caiu 58 % desde 1970, diz estudo

A biodiversidade do planeta vem diminuindo num ritmo alarmante e isso coloca em risco a sobrevivência das espécies e do próprio ser humano. Os números mostram que as espécies que vivem em lagos, rios e pântanos foram as que mais sofreram reduções e que, se nada for feito, até 2020 a população de vertebrados estará reduzida a dois terços da atual. As principais causas desse declínio são a ação direta do homem – incluindo a destruição de habitats e o tráfico de animais silvestres -, a poluição e a mudança…

Leia mais.

Mundo tem três trilhões de árvores e perde 10 bilhões por ano, diz estudo

Um estudo da Universidade de Yale, publicado pela revista científica Nature, calcula que o número de árvores no mundo passa de três trilhões. Isso significa que há 420 árvores para cada habitante do planeta. Trata-se de um total que supera em oito vezes a medição anterior, de 400 bilhões de espécimes. Coníferas A nova contagem foi coordenada pela equipe de Thomas Crowther, usando desde análises topográficas a análises de fotos de satélite. Este cálculo mais “refinado” servirá de base para uma gama de pesquisas, estudos sobre biodiversidade a modelos de…

Leia mais.